sábado, 4 de junho de 2016

Sem proveito, sem interesse...

A caridade sempre combinou comigo, mas a vaidade não, não me referindo a vaidade de usar uma maquiagem ou se cuidar, mas sim a vaidade de  agir esperando o reconhecimento das pessoas, ou fazer algo por elas, esperando algo em troca. Na verdade, eu nunca precisei de palmas me aplaudindo para que eu fizesse o que é bom pra mim ou seria bom para os outros. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário