sábado, 4 de junho de 2016

Tudo é permissão

Eu vou precisar de você, quando você precisar de mim, ao contrário disso eu vou vivendo, me arriscando, de cabeça erguida, não posso esperar por pouco, a vida tem tanto a me oferecer, tenho tanto a conquistar, não tenho nada a perder. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário