sábado, 16 de julho de 2016

Faltam palavras, sorrisos...

Existem dias em que o nosso coração se despedaça, não por inteiro, mas se parte aos poucos e intensamente. Os problemas são tantos, a vontade de chorar é imensa, mas lhe faltam forças e abraços pra isso, então você decide sorrir por fora e chorar por dentro, quieta, isolada. Sensível ao extremo, mas guardando dentro de si uma força imensa. É difícil ter que sorrir pra esconder uma dor, fingir que tudo está bem. Ás vezes faltam palavras, sorrisos, força de vontade, versos, poesias e felicidade. Há uma ausência de cores, de olhos que acreditam em um amanhã melhor, em uma vida melhor e em pessoas melhores. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário