quarta-feira, 6 de julho de 2016

Quem eu tenho sido para as pessoas que estão a minha volta ?

Tive que aprender a discutir, a não me magoar em discussões e a não magoar alguém através das minhas palavras. Tudo tem que ser pensado mil vezes, a forma de agir, de pensar e falar, pois as palavras que saem não voltam e as plantas que plantamos, colhemos. Não adianta plantar mamão afim de colher maça, você prioriza suas escolhas, você mesmo sabe o que deseja receber, a sua própria recompensa vem de acordo com o que escolheu, fez, pensou e falou. É preciso analisar o que você tem deixado de si para os outros e o que os outros tem deixado deles pra sua vida, tem coisas que as pessoas não merecem ouvir, ver e presenciar, nem tudo o quanto é bom para você, será bom para os outros, você é você, os outros são os outros, se você tem sentimentos ou não, o problema é seu, guarde pra você, outras pessoas geralmente sentem muito, mesmo quando se expressam pouco. Cada um no seu espaço, no seu mundo, com suas escolhas. Mas é preciso entender que pessoas passam em nossas vidas e que nós passamos em outras vidas. Quais as marcas que temos deixado? Quais são os rastros? Bons ou ruins? Que trazem boas lembranças ou desejo de esquecimento total ?
    Viver para agradar não faz parte da minha história, nunca fez, isso é existir . Todavia, mesmo eu não sendo pronta para a vida, pois ninguém é, eu sou muito bem estruturada para viver e não para representar o que não sou para agradar o próximo, mas respeitar o espaço dele, o momento dele e analisar : Quem eu tenho sido para as pessoas que estão a minha volta? Um peso ou uma alegria?
 Pois é, estar pronto para questionar a si mesmo não é tão simples assim, exige esforço, sinceridade e paciência. Mas se o próximo não se agrada com meu simples jeito de ser, isso pouco me importa, pois para mim se sentir única é preservar dentro de si mesmo a essência do amor. Mas aonde passo deixo o meu rastro, bom e com boas lembranças, para não me tornar desejo de esquecimento, mas ser lembrada como alguém e ser alguém não consiste apenas em ter uma boa formação profissional, mas ser uma boa pessoa, um bom cidadão, agir politicamente correto e buscar mudar, inovar e recomeçar, porque mudanças são necessárias, inovações e recomeços também, ninguém vive bem com histórias repetidas, viva o amor, viva o respeito, o espaço, a vida e a nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário